29 de maio de 2016

Resenha: Chuva de Novembro

Resenha: Chuva de Novembro



*Livro cedido pela parceria com a autora. 

Sinopse: Eric Onil perdeu a sua esposa apenas com alguns meses de casados. Essa perda o enclausurou em seu quarto sombrio e silencioso durante sete anos. Ele havia mergulhado num mundo de depressão e alcoolismo. Porém, uma jovem surgiu em sua vida e Eric passou a ser resgatado para o mundo atual acompanhado das lembranças de sua esposa que sempre permaneceu viva dentro dele.

Romance inspirado no clipe e na canção November Rain de Guns N' Roses.

Resenha: Soletude Perre é uma mulher de vinte e cinco anos, que saiu na zona rural, para tentar a vida na cidade, ela trabalha como garçonete em uma casa noturna.

Porém após uma noite de trabalho ela é despedida sem maiores explicações, logo vem a preocupação em deixar sua amiga na mão já que as duas divide o aluguel de uma pequena casa.

Alguns dias depois, uma mulher muito chique, bate em sua porta lhe oferecendo um emprego, como empregada doméstica, ela fica relutante em aceitar, mas como está desempregada e precisar pagar as contas, acaba aceitando e começa a trabalhar no dia seguinte na casa dos Onil.

Lá, ela conhece Marta que também é uma empregada, o Senhor Alcino Onil e sua mulher Laurence que são seus patrões, Marta fala a ela sobre o Eric, irmão de Alcino, e que está em um estado grave de depressão e alcoolismo, após perder sua esposa Vitoria a sete anos, poucos meses depois do casamento. Desde então ele vive isolado dos demais, no seu pequeno mundo de dor.

Você não acha que precisa de alguém?
Você não acha que precisa de alguém?
Todos precisam de alguém
Você não é a única!
Você não é a única!
Tradução: November Rain

Uma noite ela o ouve tocar no piano à música November Rain, sem poder conter a curiosidade, ela sai do seu quarto e vai até ele, mas quando ele a ver para de tocar e a chama pelo nome da sua falecida esposa, assustada ela foge com medo.

Depois desse acontecimento, as coisas mudam um pouco, com o passar dos dias ele vai dando sinais de que há uma chance de voltar a viver, ele vai se abrindo cada vez mais, contando sobre sua dor e falando sobre sua falecida esposa.

Novembro de chuva é um livro extremamente cativante, eu quase não ouço músicas então não conhecia a música que expirou o livro, quase fui crucificada por uma amiga ao afirmar esse fato.

A dor retratada nesse livro é surpreendente, aqui vemos as voltas que o mundo dar, um homem que encontrou sua alma gêmea a mulher com iria dividir uma vida, e perde tudo da noite para o dia.

“Portanto, se você quer me amar
Então, querida, não reprima-se
Ou eu acabarei caminhando
Na fria chuva de novembro
Tradução: November Rain

Foi lindo ler esse livro, o amadurecimento do casal ao logo da narrativa é surpreendente, ver o Eric saindo da sua casca e voltando a viver, foi nada menos que emocionante.

Às vezes eu preciso de um tempo... pra mim
Às vezes eu preciso de um tempo... sozinho
Todos precisam de um tempo... para si
Você não sabe que precisa de um tempo... sozinha?
Tradução: November Rain


O livro é narrado em primeira pessoa, porém quase todos os personagens tem sua participação, o que eu gostei bastante, grande parte do livro é narrado pela Soletude, as letras são grandes, as folhas amarelas, uma coisa que me incomodou um pouco foi o fato de que o livro começa na página 21, pelo fato de conter algumas coisas que eu achei desnecessário, e que poderia ter sido feito em no máximo 3 páginas, enfim o livro é ótimo, leitura super 
recomendada. 



3 comentários:

  1. Fiquei curioso para saber quantas páginas tem esse livro. Sempre soube de histórias que viraram músicas, mas música que virou história é mais raro. Lembro muito bem desta música, sua inspiração e o clipe.

    ResponderExcluir
  2. Oi Luis, o livro tem 200 páginas ao todo.

    ResponderExcluir
  3. Gabi tudo bem?? Pesquisa o livro chuva de novembro e se vc se interresae te mando um exemplar que tenho.... e depois de ler vc passa adiante pq ele não deve ficar parado em uma estante.

    ResponderExcluir